Polícia faz operação de asfixia financeira do tráfico de drogas no Rio

São cumpridos sete mandados de busca e apreensão

A Secretaria de Polícia Civil do Rio de Janeiro (Sepol) faz hoje (4) a Operação Big Fish, de asfixia financeira, visando combater a lavagem de dinheiro da maior facção de tráfico de drogas do estado, que há anos atua no Jacarezinho, na zona norte da cidade. 

Os policiais estão nas ruas da comunidade para cumprir sete mandados de busca e apreensão, bloqueio judicial de cerca de R$ 40 milhões e sequestro de bens de suspeitos de participar de crimes.

Segundo a secretaria, os alvos da primeira fase da operação são pequenos empresários, chamados de laranjas, e Marcus Vinícius da Silva, conhecido como Lambari. Segundo a Polícia Civil, ele é apontado como o chefe do tráfico no Jacarezinho, tendo relevante participação no topo da organização criminosa.

Busca e apreensão

A secretaria informou, ainda, que atualmente Marcus Vinícius mora e atua como gestor de negócios na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, onde também é feita uma ação para cumprimento de três de sete mandados de busca e apreensão.

A Operação Big Fish faz parte do Programa Cidade Integrada e objetiva a retomada de territórios.

A ação é coordenada pelo Departamento-Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil/RJ e tem o apoio da Subsecretaria de Inteligência, do Departamento-Geral de Polícia Especializada, da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e da Polícia Civil do Rio Grande do Norte.

Fonte: Agência Brasil

Comentários